GRITO ROCK ANAPOLIS 2013

GRITO ROCK ANAPOLIS 2013

Transmissão Grito Rock – acompanhe agora ao vivo!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about "Gritorockanapolis", posted with vodpod

Grito Rock América do Sul Edição Anapolis!

Enfim estamos chegando ao dia mais esperado das programações que envolveram o Grito Rock em Anapolis.O Coletivo Pequi se orgulha de ter recebido o público anapolino nas Prévias e no Aquecimento Grito Rock.
Foi intensa a manifestação da cultura local somando artistas, produtores, jornalistas e uma comunidade tão calorosa e receptiva.Agradecemos imensamente á todos que nos prestigiaram e contamos mais uma vez com a participação de todos agora no que realmente será o Festival Grito Rock América do Sul realizado por todos os coletivos do Circuito Fora do Eixo.
Agradecemos também a Diretoria de Cultura e ao Diretor Augusto César por desde o princípio acreditar e apoiar nosso trabalho, possibilitando e viabilizando os recursos materias e espaços físicos para sua realização

Com muita empolgação O Coletivo Pequi apresenta os artistas que compõe as apresentações do Grito Rock América do Sul 2010, dia 06 de Fevereiro na Praça Dom Emanuel.

Macaco Bong
Macaco Bong é um power trio de Cuiabá (MT), nascido em 2004. A banda é um dos programas do Instituto Cultural Espaço Cubo, e baseia-se na desconstrução dos arranjos da música popular em seus formatos convencionais e aliada à linguagem das harmonias tradicionais da música brasileira com jazz/fusion/pop e etc. Já circulou os principais festivais de música do Brasil (além de Argentina e Canadá), e teve seu cd Artista Igual Pedreiro eleito o melhor de 2008 pela revista Rolling Stone Brasil.

Macaco Bong

Porcas Borboletas
A banda PORCAS BORBOLETAS, de Uberlândia-MG, vem se consolidando como um dos principais nomes da nova música do Brasil. Com estilo marcado, principalmente, pela inventividade e irreverência, a banda reúne influências do rock e da música brasileira de diversas gerações, investindo em uma estética contemporânea que não se prende a formatos pré-estabelecidos.

O segundo disco da banda, “A Passeio”, lançado em agosto de 2009, traz um novo repertório de canções inéditas, em que a banda apresenta o amadurecimento de sua linguagem estética. O álbum é composto por 12 canções autorais, incluindo uma parceria com a escritora Clarah Averbuck, e reúne convidados como Leandra Leal, Arrigo e Paulo Barnabé, Júnio Barreto, Simone Sou, Arthur de Faria e Bocato, dentre outros. O disco foi gravado em São Paulo com produção da banda em parceria com Alfredo Bello.

Porcas Borboletas

Boddah Diciro
“Dormir tranqüilo, mas tem uma longa história no meio disso”, é o que nós costumamos responder quando alguém pergunta sobre o nome da banda. Da central do Brasil, resolvemos apostar em um som cujas guitarras entornam o grunge, e os vocais soam alternativas entre as tantas opções que possam expressar sentimento.

Emoções e anseios são do que tratam as letras, com 99% de chances de serem em inglês! Nós optamos pelos dramas humanos, triviais ou não, porém universais. Em cinco anos de existência tocamos em importantes festivais independentes do Brasil, como a Virada Cultural 2008 (SP), Bananada 2009 (GO), IX Festival Casarão (RO), 4º Festival Varadouro (AC), Feira da Música 2008 (CE), IV TacabocanoCD (GO), 5º Grito Rock Cuiabá (MT), o 4º e 8º Festival Vaca Amarela (GO), o 2º, 3º, 4º e 5º PMW Rock Festival (TO), 4º e 5º Tendencies Rock Festival, também de Palmas. Tocamos também em várias cidades do nosso Estado como Araguaína, Porto Nacional, Paraíso e inúmeras vezes em Palmas, para públicos tão variados, quanto as bandas com as quais dividimos palco.

Após vários EPs lançados nos circuitos de festivais, principalmente nas regiões norte e centro -oeste, a banda chega em 2009 pronta para lançar seu primeiro disco, “Strange”, que foi gravado no estúdio Rocklab (GO) e contou com os produtores Gustavo Vasquez e Luiz Maldonalle.

Boddah Diciro

Evening
Após 4 anos de entrosamento musical, apresentando constantemente nos festivais de sua cidade, consolida-se no cenário anapolino a banda Evening. Fazendo músicas com vocais bem desenhados, guitarra suja, pegada forte na bateria e o “baixo extremamente guitarrado”, mescla grunge, punk, influências dos anos 80/90 e características próprias em excesso. Evening parte dos espíritos perturbados de seus integrantes que traduzem suas inquietações por meio do bom e velho Rock n Roll! Recentemente a banda tocou em festivais como XV Goiania Noise Festival, Release Alternativo, Goiaba Rock, além de ter participado da semana do Festival Calango em Cuiabá.

Evening

Novos Vinis
Influências de toda galaxia fizeram hoje, esse som que é a Novos Vinis. Dos timbres mais estralados de Chuck Berry aos duetos inigualáveis dos Beatles, dentro das vertentes do rock, tudo é influência. Sem perder o peso e o tesão, Novos Vinis é uma banda que presa o ritmo dançante e os riffs mais insanos do Rock. É rock, cara, simplesmente rock…juvenil, safado e chapado.

Novos Vinis

Johnny Suxxx & The Fucking Boys
Johnny Suxxx n’ the Fucking Boys é na atualidade uma das bandas mais ativas de Goiânia, talvez uma das que mais se apresentou nesses últimos anos. Após o lançamento de seu primeiro disco (Make up and Dream), a banda atuou em diversos festivais nacionais como: Porão do rock (DF), Demosul(PR), Calango e Grito Rock(MT), Jambolada(MG), Tendencies(TO), Goiania Noise, Bananada e Vaca Amrela(GO), entre outros. A banda está lançando agora seu segundo disco pela Fósforo Cultural em parceria com o Cricuito Fora do Eixo e a Mundano Discos. A base musical da banda consiste em pilhagem de clichês, riffs manjados e muita cara de pau. As heranças são óbvias: A corrosão anárquica sonora dos Stooges, passando pela ambiguidade e viadagem debochada do glam rock.

Johnny Suxxx & The Fucking Boys

Ultimato
Em Cima da Pedra e seu 1º Cd, já compõem também sua 2º coletânea, (amostras Sesc 2008 e Festival cidadania 2006), com show de 100% de musicas autorais. Suas musicas são fortes, letras que falam do cotidiano urbano, percepções políticas, vícios e virtudes, criticas sociais e não deixando de lado nossa consciência ao Meio ambiente. Ultimato tenta sempre abordar uma boa mensagem em seus shows e uma banda atuante a mais de 7 sete anos em sua cidade. Suas influencias são bastante extensivas e variam do Rock Gringo a nossa Nação Zumbi, Quilomblocada, muito de regionalismo e tudo naquilo que esteja na dimensão da arte, grafite e arte de ruas.

já se fez presente em movimentos organizados pelo ABRAFIM ,Catraia (Acre) , Espaço cubo( Cuiabá-MT), Coletivo PALAFITA (Macapá),Coletivo MEGAFONICA (Belém) fósforo(Goiânia-GO) ,Domingo rock (casa da cultura GO), Interior Alternativo (jipa).

Ultimato

Snorks
Um Power Trio no Punk Rock cuiabano. Essa é a banda Snorks, formada por Felipe Shermam (baixo e vocal), Mikhail Favalessa (guitarra) e Edson (bateria). Os Snorks falam em projetos com propriedade. Com letras que abordam situações cotidianas, a banda tem na lista de influências nomes que passam por MxPx, NOFX, Millencolin, Lagwagom, No Use For a Name, Pennywise e Strung Out. No setlist das nacionais, bandas da cena independente, como Dead Fish, Dance of Days, Nitrominds, Reffer, Street Bulldogs, Garage Fuzz, Wacky kids e Piñacolada!! Tentando passar o máximo de empolgação, energia e uma pitada de descontração, essa é a receita dos Snorks, dentro e fora dos palcos!

Além disso, os Snorks participam ativamente no cenário cuiabano autoral, mais especificamente dentro do Sindicatto Cultural Extremo Oeste, coletivo no qual desenvolvem ações com intuito de profissionalizar e fomentar a cena musical de Cuiabá, além de profissionalizar também a própria banda, caminhando assim para o objetivo de auto-gestão na carreira artística e se inserindo no mercado médio da música, surgido recentemente no cenário brasileiro.

Snorks

Confira a Programação de Sábado:

Dia 06 de fevereiro a partir das 14 hs na Pça Dom Emanuel

21:30 Macaco Bong (MT)
20:45 Porcas Borboletas (MG)
20:00 Boddah Diciro (TO)
19:15 Evening (GO)
18:30 Novos Vinis (GO)
17:45 Johnny Suxxx & The Fucking Boys (GO)
17:00 Ultimato (RO)
16:15 Snorks (MT)
15:30 Lady Lanne
14:45 Behind The Horror
14:00 Radio Queish

Intervenções com o Projeto Boca do Lixo nos intervalos de show 15:00 as 17:00 h
Hip Hop – Duelos de Freestyle nos intervalos de show a partir das 18:00 h
Campeonato de Skate Rei do Solo 2° Edição durante toda tarde.

AQUECIMENTO GRITO ROCK!!!

Neste último sábado (30/01) foi o Teatro Municipal de Anápolis que soltou o grito da garganta.Uma noite empolgante onde 4 bandas se apresentaram deixando marcas na cultura anapolina.

O show começou com a banda Profunda Raiz. Com uma visão diferente do rock unido ao regionalismo, a banda da casa provocou boas impressões com sua mistura entre a bossa, o dub, o blues, o maracatu e o samba, agradando a todos.Em seguida foi a vez de Trip em Trupe, já acostumada com os palcos anapolinos, levou grande parte do público presente.. A terceira da noite, Elétrons, cantou junto com a platéia e também garantiu boa parte do público. .

Para encerrar a noite, subiu ao palco Diego de Moraes e o Sindicato, banda que já se destacou em vários meios de comunicação do Brasil, como a revista Rolling Stone, Tv Cultura , MTV e em vários festivais. Com influências que vão da MPB ao folk e letras com conteúdo bastante ácido, Diego e sua banda impressionaram o público local, que pediu “bis” ao fim de sua apresentação.

Diego de Morais e O Sindicato no palco do Grito Rock

Transmissão Grito Rock – acompanhe agora ao vivo!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about "Gritorockanapolis", posted with vodpod

Aquecimento Grito Rock Anápolis

E segue a programação do Grito Rock  Anápolis!

Diego de Moraes e o Sindicato

Depois do enorme sucesso das Prévias Grito Rock Anápolis, o Coletivo Pequi apresenta nesse final de semana o Aquecimento Grito Rock.

O Aquecimento será no Teatro Municipal de Anápolis dia 30/01 (sábado) a partir das 20 horas e terá como sua atração principal um dos maiores destaques da nova safra da Música brasileira, o irreverente grupo goianiense/canedense Diego de Moraes e o Sindicato.

A banda Diego de Moraes e O Sindicato vem se destacando no cenário musical independente e já alcançou destaque em diversos meios de comunicação do país, como a revista Rolling Stone Brasil (junho/2007 e abril/2008), , páginas da internet de grande expressão, além de reportagens nos canais de televisão Multishow e TV Cultura. A seu currículo musical, somam-se as conquistas de três festivais: o 25º Festival Sesi de Violeiros e MPB, que lhe deu direito a gravar uma música de seu extenso repertório ao lado de artistas consagrados, o Festival TacabocanoCD, que lhe rendeu a gravação de um EP, intitulado “Reticências…”, lançado em maio de 2007 (Fósforo Cultural) e o Festival No Capricho, da Revista Capricho, que lhe deu direito a gravar uma música (“Amigo” está disponível no myspace da banda) no estúdio da Trama, em São Paulo. Outra conquista na carreira do grupo, foi ter sido selecionado (curadoria Trama e em seguida voto popular) para se apresentar no 13º Goiânia Noise Festival, em novembro de 2007. Em 2008, Diego de Moraes e O Sindicato já se apresentou em grandes festivais, como a Virada Cultural, em São Paulo, o Festival Bananada e Vaca Amarela (Coletivo Fósforo Cultural) em Goiânia, além de também ter tocado no Jambolada (Coletivo Goma) , em Uberlândia, Minas Gerais e nos festivais Calango (Coletivo Espaço Cubo) (Cuiabá – MT) e Móveis Convida (Brasília – DF). (www.myspace.com/diegodemoraes)

Fazem a abertura da noite três bandas locais selecionados pelas Prévias Grito Rock. Dois representantes da “velha escola” do rock anapolino Trip em Trupe e Elétrons  e um representante da nova geração de artistas anapolinos, Profunda Raiz.

Confira um pouco mais a respeito das bandas anapolinas que se apresentam no Aquecimento Grito Rock:

Profunda Raiz:
Após dois anos juntos o grupo já reúne diversas canções autorais e entrou em estúdio em fevereiro de 2009 para reunir 12 faixas no primeiro CD resumindo este início de trabalhos. As letras são o que há de peculiar, particular no espetáculo da banda que canta o que acredita. Compartilhar amor, paz, libertação são as atitudes postas em palavras. Consciência, unidade e música são os instrumentos da elevação do pensamento e retorno ao que realmente interessa ao ser humano para cuidar do planeta, isto é, de si, da atitude benevolente que reflete. Permeamos desde o reggae nosso irmão até a bossa, o dub, o blues, o maracatu, o samba, partido alto, baião, côco, progressivo, mergulhamos profundamente nas raízes da música e da percussão afro-brasileira, onde todos os integrantes além das cordas, tocam e estudam percussão. O espetáculo dura aproximadamente duas horas e inclui interpretações das canções autorais intermediadas por poesias cantadas e instrumentadas.
“Sinta a música! Entre dentro dela!” Música sem fronteiras, sem preconceitos, sem delimitações de estilo, pura e simplesmente o oceano infinito onde pescamos ilusões. Concentração, Meditação, autoconhecimento através da manifestação, da expressão sob todas as formas de arte.

Na internet é possível conhecer mais sobre a banda, fotos, ouvir canções, pelos sites http://www.bandasdegaragem.com.br/profundaraiz

Banda Profunda Raiz


Trip em Trupe:

Projeto atual de dois ex integrantes de uma das melhores bandas anapolinas (Pesa Nervos),  Trip em Trupe em menos de um ano de existência já possui um vasto repertório autoral. Mescla a energia vibrante de bandas clássicas como Beatles e Rolling Stones e sons mais atuais como Wico e Killers. Sonzera!!!!!!

Trip em Trupe nas Prévias

Trip em Trupe nas Prévias

Elétrons:

Tentar Fazer Rock partindo de uma boa idéia, passando por grandes influências e chegando ao um denominador às vezes nada comum. Essa é a Banda Elétrons, formada em  1998 por amigos que, a principio eram munidos  apenas de  sonhos e boas idéias.

Algumas formações mais tarde, alguns shows mais tarde, alguns anos mais tarde a banda lança seu terceiro CD, um registro fonográfico que traduz através de canções todo esse caminho percorrido pela banda que se alternou entra estrada, palco e estúdio.

Mas a banda segue em frente. Às vezes sendo rotulada por títulos que nem mesmo seu mais culto integrante saberia o significado e outras vezes sendo traduzida na sua  essência com a mais completa exatidão.

Elétrons

Aquecimento Grito Rock Anápolis:

Sábado dia 30/01/2010

a partir das 20 horas no Teatro Municipal de Anápolis

Ingressos na bilheteria do Teatro: R$ 10,00 inteira ou R$ 5,00 com carteira de estudante ou flyer do evento

Programação:

20:00 – Profunda Raiz

20:45 – Trip em Trupe

21:30 – Elétrons

22:15 – Diego de Moraes e o Sindicato

Texto publicado no site da Prefeitura de Anápolis por Fernando Cozac Assessor de Comunicação da Diretoria de Cultura

Movimentação do Público no Centro Administrativo

Seletiva do Grito Rock movimenta Centro Administrativo

Quem passou pelo Centro Administrativo no sábado a noite teve uma surpresa. Aproximadamente 800 pessoas lotaram o espaço em frente ao Teatro Municipal, onde 12 bandas disputavam a seletiva para participarem dos dois eventos que compõem o Festival Grito Rock que vai acontecer em Anápolis.

A pluralidade ditou o ritmo do evento, tanto no som das bandas que variavam do pop rock ao death metal ao figurino dos presentes, unas mais comportados e outros exibindo nas roupas e nas tatuagens todo seu estilo rock n roll!

Os organizadores do evento fizeram um balanço positivo da seletiva, e destacaram a grande qualidade das concorrentes. “ A intenção era de classificar apenas 4 bandas, mas depois que todas se apresentaram e vimos o alto nível do evento, resolvemos aumentar o numero de classificadas para seis” comentou Leonardo Carneiro, integrante do Coletivo Pequi, grupo que está realizando o Grito Rock em Anápolis.

De acordo com o Diretor de Cultura Augusto César de Almeida, o sucesso do evento é uma prova que ações que as vezes não partem diretamente da administração publica, mas tem o apoio desse setor, podem acontecer com eficiência e organização.

O Projeto Grito Rock Continua neste Sábado dia 30 de janeiro as 20:00 no Teatro Municipal com a apresentação das bandas: Elétrons, Trip em Trupe e Diego M. e o Sindicato. O valor da entrada é de R$10,00 lembrando que quem tiver carterinha de estudante ou flyer do evento paga meia-entrada.

Vale a pena participar!